Navegando Posts marcados como 1981

Atlético-MG 1 x 0 Santos

Data: 06/12/1981, domingo, 11h00.
Competição: Amistoso
Local: Estádio do Mineirão, em Belo Horizonte, MG.
Público: 9.601 pagantes
Renda: Cr$ 1.725.890,00
Árbitro: Amires Vieira das Chagas
Gol: Reinaldo (23-1).

ATLÉTICO-MG
João Leite (Pereira); Miranda (Orlando), Osmar Guarnelli (Alexandre), Marcos Vinícius e Jorge Valença; Toninho Cerezo (Marco Antônio), Zé Roberto (De Rosis) e Renato Queirós; Tita, Reinaldo (Vaguinho) e Éder Aleixo (Rômulo).
Técnico: Carlos Alberto Silva

SANTOS
Marolla; Suemar, Mauro Patrício, Neto e Gilberto Sorriso; Toninho Silva, Toninho Vieira (Gilberto Costa) e Elói; Ronaldo, Palhinha (Nílson Dias) e Wellington (Osny).
Técnico: Heron Beresford



Atlético bate Santos por 1 a 0

Reinaldo marcou o único gol, num jogo medíocre, que mais pareceu um coletivo

Amistoso comemorativo para entrega das faixas referentes a conquista do tetracampeonato mineiro. Bastante desfalcado, o Santos recebeu a cota de Cr$ 2 milhões pela partida. Pita e João Paulo não jogaram pois foram convocados pela seleção paulista.

Venda de Elói pode ser definida hoje

O jogo marcou também a despedida do meia esquerda Elói, negociado ao América-RJ após apenas 7 meses e 15 dias no clube. O jogador foi homenageado pela torcida organizada Sangue Santista na véspera, sendo considerado o melhor jogador do ano, por sua raça. Foi também o segundo maior artilheiro do Santos na temporada de 1981, marcando 15 gols.

Fontes:
Jornal Folha de SP
Estadão

Criciúma 2 x 0 Santos

Data: 29/11/1981, domingo
Competição: Amistoso
Local: Estádio Heriberto Hülse, em Criciúma, SC.
Público: N/D
Renda: Cr$ 867.050,00
Árbitro: Iolando Rodrigues.
Gols: Paulinho Criciúma (38-2) e Luís Freire (44-2, de pênalti).

CRICIÚMA
Zé Carlos; China (Assis), Nivaldo, Larry e Álvaro; Edmar, Paulinho Criciúma (Paranhos) e Luís Freire; Naldo, Luús Müller (Mica) e Canhotinho (Neia)
Técnico: Lori Sandri

SANTOS
Marolla; Gilberto Sorriso, Mauro Patrício, Neto e Gilmar; Chicão, Palhinha e Serginho Dourado; Ronaldo, Nílson Dias e Osny (Elói).
Técnico: Daltro Menezes



Daltro volta e reconhece o fracasso

Fonte: Jornal Folha de SP

Joinville 1 x 0 Santos

Data: 26/11/1981, quinta-feira, 21h00.
Competição: Amistoso
Local: Estádio Ernesto Schlemm Sobrinho, em Joinville, SC.
Público: 8.501
Renda: Cr$ 1.702.500,00
Árbitro: Antonio Osório.
Gol: Barbieri.

JOINVILLE
Gelson; Galvão, Adilço, Adílson e J. Silva; Jorge Luiz, Paulinho e Nardela; Laércio, Barbieri e Valdo.
Técnico:

SANTOS
Marolla; Suemar, Márcio Rossini, Mauro Patrício e Gilmar; Toninho Vieira, Palhinha (Pita) e Elói (Serginho Dourado); Ronaldo, Nilson Dias e Claudinho (Osny).
Técnico: Daltro Menezes



Santos perdeu para o tetracampeão catarinense. Amistoso rendeu cota de Cr$ 1,5 milhão.

Jogadores relacionados para a reserva: Evandro, Gilberto Sorriso, Neto, Chicão, Serginho, Pita e Osny.

O lateral esquerdo Gilmar, ainda juvenil, retornou de uma temporada no Rio Branco de Americana e foi aproveitado.

Fonte:
Jornal Folha de SP
– Almanaque do Santos FC – Guilherme Nascimento

São José 1 x 0 Santos

Data: 15/11/1981, domingo, 16h00.
Competição: Campeonato Paulista – 2º turno – 2ª fase – 6ª rodada (última) – Grupo Preto
Local: Estádio Martins Pereira, em São José, SP.
Público: 18.988 pagantes e 215 menores ( 19.203 total).
Renda: Cr$ 4.062.800,00
Árbitro: João Leopoldo Ayeta.
Cartões amarelos: Campina, Ademir Gonçalves, Tata e Nenê (SJ); Marolla e Chicão (S).
Cartões vermelhos: Tião Marino (SJ); Daltro Menezes e Márcio Rossini (S).
Gol: Darci (20-2, de pênalti).

SÃO JOSÉ
Ivan; Sotter, Darci, Ademir Gonçalves e Campina; Gérson Andreotti, Ademir Mello e Tata; Esquerdinha (Niltinho), Tião Marino e Nenê.
Técnico: Fidélis

SANTOS
Marolla; Mauro Patrício, Márcio Rossini, Neto (Washington) e Gilberto Sorriso; Chicão, Elói e Pita; Ronaldo, Claudinho (Palhinha) e João Paulo.
Técnico: Daltro Menezes



A vitória de um time que lutou mais

Santos perde e deixa escapar a oportunidade de chegar a decisão do octogonal do 2º turno.

Daltro acusa o juiz de covarde

A vingança ficou apenas no campo

Fonte: Jornal Folha de SP

Ponte Preta 1 x 0 Santos

Data: 12/11/1981, quinta-feira, 21h00.
Competição: Campeonato Paulista – 2º turno – 2ª fase – 5ª rodada (penúltima) – Grupo Preto
Local: Estádio Brinco de Ouro, em Campinas, SP.
Público: 8.057 pagantes
Renda: Cr$ 1.564.400,00
Árbitro: Márcio Campos Sales.
Gol: Dicá (44-1).

PONTE PRETA
Carlos; Toninho Oliveira, Juninho, Nenê e Odirlei; Zé Mário, Marco Aurélio (Humberto) e Dicá; Serginho, Chicão e Osvaldo (Roberto).
Técnico: Jair Picerni

SANTOS
Marolla; Mauro Patrício (Palhinha), Márcio Rossini, Neto e Gilberto Sorriso; Chicão, Elói e Pita; Ronaldo, Roberto Biônico (Nílson Dias) e João Paulo.
Técnico: Daltro Menezes



Santos joga mal e perde para a Ponte em Campinas

Santos ficou distante da classificação às finais do Octogonal pois agora depende de uma vitória sobre o São José e de um tropeço do Palmeiras, que enfrenta a Ponte no Parque Antártica.

A partida foi disputada no Brinco de Ouro pois uma verdadeira cratera surgiu no centro do gramado do Moisés Lucarelli devido as fortes chuvas e a um problema na drenagem, impedindo a realização de jogos.

O desespero de Daltro

Fonte: Jornal Folha de SP