Navegando Posts marcados como 1990

São Paulo 1 x 1 Santos

Data: 02/12/1990, domingo.
Competição: Campeonato Brasileiro – Quartas-de-final – Jogo de volta
Local: Estádio do Morumbi, em São Paulo, SP.
Público: 44.298 pagantes
Renda: Cr$ 25.354.750,00
Árbitro: Wilson Carlos dos Santos (RJ)
Cartões amarelos: Axel e Sérgio Manoel (S).
Gol: Paulinho McLaren (06-1) e Eliel (37-2).

SÃO PAULO
Zetti; Zé Teodoro, Antônio Carlos, Ivan e Leonardo; Flávio, Bernardo e Raí (Vizolli); Mário Tilico (Alcindo), Eliel e Elivélton.
Técnico: Telê Santana

SANTOS
Sérgio; Sérgio Santos, Camilo, Luís Carlos e Flavinho; César Sampaio (Axel), Ney Bala e Edu Marangon; Almir, Paulinho McLaren (Serginho Chulapa) e Sérgio Manoel.
Técnico: Pepe



São Paulo leva susto, mas resiste à pressão do Santos e se classifica

Com o empate, o São Paulo, que havia vencido o primeiro confronto na Vila Belmiro por 1×0, classifica-se para as semifinais contra o Grêmio dependendo apenas de dois empates para avançar a final.



Fonte: Jornal Folha de SP

Vasco 2 x 2 Santos

Data: 18/11/1990
Competição: Campeonato Brasileiro – 1ª fase – 19ª rodada (última)
Local: Estádio de São Januário, no Rio de Janeiro, RJ.
Público: 3.880 pagantes
Renda: Cr$ 4.194.000,00
Árbitro: Renato Marsiglia (RS).
Cartões Dedé, Boiadeiro, Zé do Carmo e Tosin (V); Pedro Paulo, Luiz Carlos, César Sampaio e Sérgio Manoel (S).
Gols: Luciano (01-1), Ney Bala (41-1); Bismarck (21-2) e Sergio Manoel (29-2).

VASCO
Acácio; Dedé, Tosin, Jorge Luís e Cássio; Zé do Carmo, Luciano (Boiadeiro) e Bismarck; Sérgio Araújo, Sorato e William.
Técnico: Zagallo

SANTOS
Sérgio; Índio (Mendonça), Pedro Paulo, Luiz Carlos e Marcelo Veiga (Derval); César Sampaio, Sérgio Santos e Edu Marangon; Almir, Ney Bala e Sérgio Manoel.
Técnico: Pepe


Santos 2 x 1 Botafogo

Data: 15/11/1990
Competição: Campeonato Brasileiro – 1ª fase – 18ª rodada (penúltima)
Local: Estádio da Vila Belmiro, em Santos, SP.
Público: 11.216 pagantes
Renda: Cr$ 6.178.000,00
Árbitro: José Mocellin (RS).
Cartões amarelos: Sérgio (S); Gílson Jader e Valdeir (B).
Cartão vermelho: Serginho Chulapa (S).
Gols: Axel (20-1) e Almir (30-1); Gílson Jáder (30-2).

SANTOS
Sérgio; Índio, Luiz Carlos, Pedro Paulo e Marcelo Veiga; César Sampaio, Sérgio Santos e Axel; Almir (Camilo), Serginho Chulapa e Mendonça (Zé Humberto).
Técnico: Pepe

BOTAFOGO
Gabriel; Paulo Roberto, Gílson Jáder (Vivinho), Wilson Gottardo e Renato; Carlos Alberto Santos, Luisinho, Pingo (Washington) e Carlos Alberto Dias; Valdeir e Juninho.
Técnico: Valdyr Espinosa


Santos 3 x 0 Bragantino

Data: 10/11/1990, sábado, 16h00.
Competição: Campeonato Brasileiro – 1ª fase – 17ª rodada
Local: Estádio da Vila Belmiro, em Santos, SP.
Público: 3.200 pagantes
Renda: Cr$ 1.666.000,00
Árbitro: Márcio Rezende de Freitas (MG)
Cartões amarelos: Pedro Paulo, Mendonça, Axel, Flavinho, Júnior e Ney Bala (S); Biro-Biro, João Santos, Sérgio e Nei (B).
Gols: Ney Bala (15-1), Sérgio Manoel (16-1) e Almir (42-2).

SANTOS
Sérgio; Índio, Pedro Paulo, Luiz Carlos e Flavinho; Axel, Sérgio Santos (César Ferreira), Sérgio Manoel e Mendonça (Serginho Chulapa); Ney Bala e Almir.
Técnico: Pepe

BRAGANTINO
Marcelo; Pintado (Carlos André), Júnior, Nei e Biro-Biro; Mauro Silva (Barbosa), Ivair e Mazinho Oliveira; Tiba, Mário e João Santos.
Técnico: Vanderlei Luxemburgo



Santos derrota Bragantino na Vila e aumenta chance de classificação

Fonte: Jornal Folha de SP



Volante Sérgio Santos estreia

Estréia oficial do volante Sérgio Santos, que está no clube há 11 meses. Ele ganha a oportunidade pois o Santos perdeu dois de seus titulares por suspensão: César Sampaio e Edu Marangon.

O volante Sérgio Santos veio de Minas Gerais ano passado, fez testes e jogou uma partida amistosa em Registro (Vale do Ribeira), além de passar um período emprestado ao Jabaquara.

Santos 2 x 2 Peñarol – 2 x 4 nos pênaltis

Data: 07/11/1990, quarta-feira, 21h30.
Competição: Supercopa dos Campeões da Libertadores – 1ª fase – Jogo de volta
Local: Estádio da Vila Belmiro, em Santos, SP.
Público: 2.852 pagantes
Renda: Cr$ 1.475.900,00
Árbitro: Ricardo Calabria (ARG).
Cartões amarelos: Camilo e Flavinho (S) e Silvera (P).
Cartões vermelhos: Edu Marangon (S) e Lopez (P).
Pênaltis: Santos: Almir e Flavinho marcaram. O goleiro Alvez defendeu os pênaltis de Derval e Luiz Carlos. Peñarol: Villar, Baran, Da Silva e Montero marcaram.
Gols: Lopez (20-1), Mendonça (36-1) e Mendonça (38-1); Baran (38-2).

SANTOS
Pizelli; Camilo, Pedro Paulo, Luiz Carlos e Flavinho; Derval, Axel e Edu Marangon; Almir, Serginho Chulapa (Zé Humberto) e Mendonça (Sérgio Manoel).
Técnico: Pepe

PEÑAROL
Fernando Alvez; Alfonso Dominguez, Trasante, Paolo Montero e Mendez; Sanchez, Silvero e Rodrigues (Da Silva); Adrian Paz (Baran), Jorge Villar e Lopez.
Técnico: César Luiz Menotti


Após empate em 0 x 0 no Uruguai, o Santos é eliminado nos pênaltis da Supercopa.

Fonte: Jornal Folha de SP