Navegando Posts marcados como Alessandro

Santos 2 x 4 Fluminense

Data: 02/12/2007
Competição: Campeonato Brasileiro
Local: Estádio da Vila Belmiro, em Santos, SP.
Público: 14.377 pagantes
Renda: R$ 98.754,00
Árbitro: Edson Esperidião (ES).
Auxiliares: Cleidy Mary Santos Nunes Ribeiro (SC) e Flávio Gilberto Kanitz (GO).
Cartões amarelos: Domingos, Rodrigo Tabata e Alessandro (S)
Gols: Rodrigo Souto (31-1), Adriano Magrão (32-1) e Luiz Alberto (40-1); Thiago Neves (02-2), Alessandro (17-2) e Arouca (25-2).

SANTOS
Felipe; Domingos (Petkovic), Adaílton e Antônio Carlos (Pedrinho); Alessandro, Maldonado, Rodrigo Souto, Rodrigo Tabata e Kléber; Marcos Aurélio (Renatinho) e Kléber Pereira.
Técnico: Vanderlei Luxemburgo

FLUMINENSE
Fernando Henrique, Luiz Alberto, Thiago Silva e Roger; Gabriel, Maurício, Arouca (David), Thiago Neves (Rodrigo Tiuí) e Júnior César; Cícero e Adriano Magrão (Romeu).
Técnico: Renato Gaúcho



Santos perde do Fluminense, mas é vice-campeão nacional

Nem parecia que Santos e Fluminense já haviam definido suas situações dentro do Campeonato Brasileiro e já estavam classificados para a Taça Libertadores. Num duelo movimentadíssimo e que marcou a despedida do zagueiro Antonio Carlos, os cariocas venceram por 4 a 2, na Vila Belmiro. Apesar do tropeço, os paulistas terminam como vice-campeões Nacional-07, graças à derrota do Flamengo para o Náutico por 1 a 0, no Recife.

O Santos encerra sua participação com 62 pontos, um à frente do Flamengo. Por isso vai receber uma boa bonificação. Os paulistas ganharão do Clube dos 13 R$ 1,125 mi. Já o Fluminense, que acabou um jejum de 14 anos sem vencer o rival no Estado de São Paulo, ficou em quarto lugar, com 61 pontos, e faturará R$ 800 mil.

Paralelo à classificação e à premiação, as duas equipes já começam a pensar na próxima temporada. Do lado santista, o Antonio Carlos anunciou o fim da sua carreira. Como homenagem, entrou em campo neste domingo como capitão e usando a camisa 10, que foi eternizada por Pelé.

“Jogar com a camisa do maior do mundo e ser capitão num dia desses é muito emocionante. Quero agradecer a todos por essa carreira maravilhosa”, disse um emocionado zagueiro, que deverá ser confirmado nos próximos dias como diretor do Corinthians. Por outro lado, o técnico Vanderlei Luxemburgo ainda não definiu se continuará no comando dos paulistas.

Se ainda existe indefinição no Santos, o Fluminense já trabalha com alguns nomes para reforçar seu elenco para a Libertadores. O atacante Dodô, que deixou recentemente o rival Botafogo, deverá ser anunciado nos próximos dias como o primeiro reforço para a temporada 2008.

O jogo

Apesar da tranqüilidade das duas equipes, o duelo deste domingo foi movimentado desde o seu início. Para se ter idéia, o Fluminense teve duas grandes oportunidades e todas pararam na trave de Felipe. Na primeira, logo a 1min, o atacante Adriano Magrão, livre e dentro da pequena área, errou o alvo e o acertou o travessão santista. Depois, aos 19min, foi a vez de Gabriel arriscar e acertar a trave.

Já o Santos foi mais eficiente em um de suas primeiras chances. Aos 31min, Rodrigo Tabata cobrou falta para área e encontrou o volante Rodrigo Souto, que desviou e abriu o placar. Mas a equipe paulista teve pouco tempo para comemorar. Um minuto depois, Thiago Neves encontrou Adriano Magrão, que desta vez não falhou e tocou no canto direito de Felipe: 1 a 1.

Melhor em campo, a equipe carioca virou, aos 40min. Em jogada ensaiada com Thiago Neves, Junior César cruzou e encontrou Luiz Alberto, que, sem marcação, teve apenas o trabalho de cabecear para o fundo das redes. Esse domínio da equipe de Renato Gaúcho continuou e chegou ao terceiro. Aos 2min, Thiago Neves recebeu de Cícero, driblou Domingos e anotou seu 12º gol no Campeonato Brasileiro.

Atrás no placar, Luxemburgo decidiu mudar sua equipe. Colocou o rápido Renatinho e o experiente Petkovic nos lugares de Marcos Aurélio e Domingos, respectivamente. Desta forma, passou a pressionar o rival e chegou ao segundo gol, com o lateral Alessandro, aos 18min.

Quando parecia que o Santos chegaria ao empate, Arouca anotou o quarto, aproveitando rebote de Felipe, aos 25min, e definiu o marcador: 4 a 2.

Corinthians 5 x 1 Santos

Data: 23/05/1999, domingo, 16h00.
Competição: Campeonato Paulista – 2ª fase – 15ª rodada (penúltima)
Local: Estádio do Morumbi, em São Paulo, SP.
Público e Renda: N/D
Árbitro: Paulo Cesar de Oliveira.
Cartões amarelos: Marcelinho e Ricardinho (C); Jorginho, Narciso, Rodrigo, Aristizábal e CLaudiomiro (S).
Cartão vermelho: Vampeta (C).
Gols: Alessandro (21-1), Marcelinho (29-1) e Edílson (32-1); Marcelinho (38-2, de pênalti), Marcelinho (40-2) e Amaral (46-2).

CORINTHIANS
Maurício; Índio, Gamarra (Márcio Costa), Nenê e Silvinho; Vampeta, Rincón, Ricardinho e Marcelinho Carioca; Edílson (Dinei) e Fernando Baiano (Amaral).
Técnico: Oswaldo de Oliveira

SANTOS
Zetti; Ânderson Lima, Argel, Claudiomiro e Gustavo Nery; Sugawara (Aristizábal), Narciso, Jorginho e Caíco (Rodrigo); Alessandro (Lúcio) e Viola.
Técnico: Émerson Leão



Goleada leva Corinthians a semifinal e “salva” o primeiro semestre

Santos já estava classificado como primeiro do Grupo D com 28 pontos. Corinthians estava em segundo e chegou aos 25 pontos com a vitória.

A chegada do atacante Paulo Rink do Bayern Leverkusen por empréstimo conturbou o ambiente do Santos. O jogador chegou para ser inscrito na fase final da competição e causou mal estar no elenco. Com 8 atacantes no grupo, os jogadores Lúcio e Aristizábal declararam que sentiam-se desprestigiados.



Fonte:
Jornal Folha de SP – http://acervo.folha.uol.com.br/fsp/1999/05/24/264//647129

Santos 1 x 2 Vasco

Data: 03/03/1999, quarta-feira, 21h40.
Competição: Torneio Rio SP – Final – Jogo de volta
Local: Estádio do Morumbi, em São Paulo, SP.
Público: 32.495 pagantes
Renda: não divulgada
Árbitro: Cláudio Vinícius Cerdeira (RJ)
Auxiliares: Hilton Moutinho (RJ) e Válter José dos Reis (SP).
Cartões amarelos: Ânderson (S); Zé Maria, Ramón e Vágner (V).
Gols: Zé Maria (46-1); Alessandro (30s-2) e Juninho (29-2).

SANTOS
Zetti; Ânderson (Camanducaia, depois Michel), Argel, Sandro e Gustavo Nery; Claudiomiro, Marcos Basílio, Jorginho e Caíco; Alessandro e Viola (Rodrigão).
Técnico: Émerson Leão.

VASCO
Carlos Germano; Zé Maria, Odvan, Mauro Galvão e Felipe; Nasa, Paulo Miranda, Juninho (Henrique) e Ramón; Donizete (Vágner) e Luizão (Zezinho).
Técnico: Antônio Lopes.



Vasco é tricampeão do Torneio Rio SP

Fonte:
Jornal Folha de SP – http://acervo.folha.com.br/fsp/1999/03/04/20//559406

Vasco 3 x 2 Santos

Data: 06/02/1999
Competição: Torneio Rio SP – 5ª rodada
Local: Estádio de São Januário, no Rio de Janeiro, RJ.
Público: 14.618
Renda: R$ 73.409,00
Árbitro: Oscar Roberto Godói (SP)
Cartões amarelos: Luisinho, Mauro Galvâo, Paulo Miranda (V); Claudiomiro, Dutra e Marcos Assunção (S).
Cartões vermelhos: Juninho (V); Alessandro e Jorginho (S).
Gols: Eduardo Marques (25-1) e Marcos Assunção (40-1); Felipe (17-2, de pênalti), Paulo Miranda (24-2) e Guilherme (36-2).

VASCO
Carlos Germano; Zé Maria, Odvan, Mauro Galvão e Felipe; Nasa (Luisinho), Paulo Miranda, Juninho e Chiquinho(Alex); Vanderlei (Zezinho) e Guilherme.
Técnico: Antônio Lopes

SANTOS
Zetti; Michel, Argel, Claudiomiro e Dutra (Jean); Marcos Bazilio, Marcos Assunção, Jorginho e Eduardo Marques (Caico); Alessandro e Rodrigão.
Técnico: Emerson Leão


Santos 4 x 1 Fluminense

Data: 03/02/1999, quarta-feira, 20h30.
Competição: Torneio Rio SP
Local: Estádio da Vila Belmiro, em Santos, SP.
Público: 9.218 pagantes
Renda: não divulgada
Árbitro: Jorge Fernando Rabello (RJ)
Cartões amarelos: Eduardo Marques (S); Paulo César, França e Túlio (F).
Gols: Alessandro (33-1) e Dutra (34-1); Argel (03-2), Túlio (15-2) e Caíco (33-2).

SANTOS
Zetti; Michel, Argel (Valdir), Claudiomiro e Dutra; Marcos Bazílio, Marcos Assunção, Jorginho (Caíco) e Eduardo Marques (Élder); Alessandro e Rodrigão.
Técnico: Émerson Leão

FLUMINENSE
Adilson; Paulo César, Émerson, Gelson e Nonato; França (Alexandre Lopes), Jorge Luís, Marco Brito e Roger (Fábio Costa); Roni e Túlio (Magno Alves).
Técnico: Carlos Alberto Parreira