Navegando Posts marcados como Brinco de Ouro

Guarani 0 x 2 Santos

Data: 29/02/2012, quarta-feira, 19h30.
Competição: Campeonato Paulista – 1ª fase – 11ª rodada
Local: Estádio Brinco de Ouro da Princesa, em Campinas, SP.
Público: 10.720 pagantes
Renda: R$ 160.047,00
Árbitro: Vinícius Gonçalves Dias Araújo
Auxiliares: Alexandre Basílio Vasconcellos e Rodrigo Soares Aragão
Adicionais: Leandro Bizzio Marinho e Welton Orlando Wohnrath
Cartões amarelos: Juan (S).
Gols: Ibson (06-1) e Arouca (44-2).

GUARANI
Emerson; Bruno Peres (Max Pardalzinho), Domingos, Neto e Bruno Recife; Wellington Monteiro (André Leone), Fábio Bahia, Danilo Sacramento e Fumagalli; Fabinho e Ronaldo (Bruno Mendes).
Técnico: Oswaldo Alvarez

SANTOS
Aranha; Crystian (Anderson Carvalho), Edu Dracena, Durval e Juan; Henrique, Arouca, Ibson (Tiago Alves) e Elano; Alan Kardec e Dimba (Felipe Anderson).
Técnico: Muricy Ramalho



Desfalcado, Santos supera o Guarani e vence a sexta seguida

Mesmo sem Neymar e Ganso, que jogaram pela seleção brasileira na terça-feira, o time da Baixada fez 2 a 0 em Campinas

Repleto de desfalques, o Santos encontrou muitas dificuldades, mas conseguiu sair vitorioso da partida contra o Guarani. Com gols dos volantes Ibson e Arouca, o time da Vila Belmiro derrotou o Bugre, por 2 a 0, na noite desta quarta-feira, no Estádio Brinco de Ouro da Princesa.

Com essa vitória, independentemente dos demais resultados da rodada, os santistas ultrapassaram o Guarani na tabela de classificação. O Alvinegro Praiano alcançou os 24 pontos e, provisoriamente, ocupa a segunda posição. O Bugre, com 22 pontos ganhos, também foi ultrapassado pelo Mogi Mirim e é o quarto colocado.

Na próxima rodada, o Santos joga pela primeira vez em sua casa, recebendo o Corinthians, domingo, às 16 horas (horário de Brasília), na Vila Belmiro. Já os campineiros visitam o Bragantino, um dia antes, no Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista.

O jogo

Mesmo com os desfalques de Rafael, Fucile, Ganso, Neymar e Borges – o goleiro, o meia e o atacante com a seleção brasileira e o lateral uruguaio com a Seleção de seu país –, os santistas começaram melhor a partida e abriu o placar logo no começo do jogo. Aos seis minutos, o jovem Dimba, substituto de Borges, gripado, ajeitou um levantamento vindo da esquerda com o peito para a finalização precisa do volante Ibson: 1 a 0.

Entusiasmado com a vantagem aberta sobre oi Guarani, o Peixe quase ampliou, aos 12. O lateral esquerdo Juan arriscou da intermediária, exigindo uma boa defesa do goleiro Emerson. Atento, o camisa 1 do Bugre espalmou a bola, afastando o perigo em volta do seu gol.

Os donos da casa responderam aos 17, quase chegando ao empate. Fumagalli lançou Fabinho em profundidade, o atacante levou a melhor sobre a zaga rival, mas a sua finalização não foi correta e a bola saiu ao lado do gol de Aranha.

Minutos mais tarde, aos 26, o Guarani assustou mais uma vez. Danilo cruzou pela esquerda, Fumagalli subiu mais alto que a defesa alvinegra e a bola passou raspando a trave dos visitantes.

Com o Santos encontrando dificuldades para se articular no meio-campo na parte final do primeiro tempo, o Bugre aproveitou o bom momento e começou a tentar o gol de todas as formas. Aos 33, Wellington Monteiro soltou a bomba, Aranha quase foi traído pela curva da bola, mas se recuperou a tempo de fazer a defesa.

Pressionando o Peixe em busca do empate, o Guarani desperdiçou mais uma grande oportunidade aos 39. Explorando as costas do lateral Crystian, Bruno Recife cruzou na medida para Ronaldo, mas o centroavante da equipe campineira cabeceou mal, perdendo a chance de empatar o confronto para o Bugre.

Insatisfeito com a produção de Dimba, mesmo com o jovem atacante tendo feito a assistência para o gol de Ibson, o técnico Muricy Ramalho lhe retirou do jogo. Aos 44, o meia Felipe Anderson entrou no lugar de Dimba, com a missão de jogar em cima de Bruno Recife, impedindo as suas constantes subidas ao campo de ataque.

Na etapa complementar, o panorama do duelo continuou o mesmo. Só que com os ajustes feitos por Muricy, a pressão do Guarani já não tinha o mesmo grau de intensidade, apesar do esforço dos donos da casa.

Com 21 minutos, o Alvinegro Praiano perdeu o lateral direito Crystian, lesionado. O volante Anderson Carvalho entrou na sua vaga, com Henrique sendo deslocado do meio-campo para a ala. Pouco depois, o técnico do Bugre, Oswaldo Alvarez, o Vadão, resolveu mexer no seu time. Max Pardalzinho e Bruno Mendes entraram nos lugares de Bruno Peres e Ronaldo, respectivamente.

Com as alterações, o time da casa melhorou e quase chegou ao empate, aos 28. O zagueiro Domingos, ex-Santos, fez boa jogada pelo lado direito e cruzou para a área, em busca de Bruno Mendes. O centroavante do Guarani ganhou na disputa aérea de Aranha e quase deixou a sua marca.

Na pressão, o Bugre assustou novamente, desta vez em cobrança de falta. O veterano Fumagalli bateu com perigo para o gol e Aranha, atento, salvou a sua equipe de sofrer o gol de empate.

Vendo o adversário sufocando o seu time, Muricy Ramalho resolveu tentar colocar o Peixe um pouco mais a frente, com a entrada do atacante Tiago Alves na vaga de Ibson, aos 39.
Só que o Guarani continuou pressionando e o gol de empate quase saiu, aos 42. Danilo Sacramento arriscou da entrada da área e quase empatou a partida.

E, além de se defender bem, os santistas ainda encontraram tempo para voltar a balançar as redes, antes do apito final. Aos 44, em rápido contra-ataque, Alan Kardec deu a assistência para Arouca driblar o goleiro e completar para o gol, decretando a sexta vitória consecutiva dos alvinegros no Paulistão.

Guarani 0 x 0 Santos

Data: 19/09/2010, domingo, 16h00.
Competição: Campeonato Brasileiro – 23ª rodada
Local: Estádio Brinco de Ouro da Princesa, em Campinas, SP.
Público: 10.998
Renda: R$ 240.725,00
Árbitro: Luiz Flávio de Oliveira (Asp. Fifa-SP).
Auxiliares: Carlos Augusto Nogueira Júnior e Danilo Ricardo Simon Manis (ambos de SP)
Cartões amarelos: Renan, Reinaldo e Fabão (G); Edu Dracena, Tiago Luís e Léo (S).

GUARANI
Douglas; Apodi, Fabão, Ailson e Márcio Careca; Renan, Paulo Roberto, Baiano (Fabiano) e Mário Lúcio (Reinaldo); Geovane (Rodrigo Heffner) e Ricardo Xavier
Técnico: Vagner Mancini

SANTOS
Rafael; Maranhão, Edu Dracena, Durval e Léo; Arouca, Danilo, Alex Sandro e Marquinhos (Alan Patrick); Madson (Marcel) e Zé Eduardo (Tiago Luís)
Técnico: Dorival Júnior



Em jogo fraco, Guarani e Santos empatam sem gols

Sem Neymar, afastado, santistas não conseguiram furar bloqueio bugrino em Campinas

A partida entre Guarani e Santos não foi um jogo com grandes oportunidades de gol. Por causa disso o resultado não poderia ser outro que não o 0 a 0, em duelo realizado na tarde deste domingo, no Brinco de Ouro da Princesa, em Campinas.

Com esse empate, o Santos permanece na sexta posição no Campeonato Brasileiro, agora com 35 pontos. Já o Guarani continua na nona colocação, só que agora com 30 pontos.

Na próxima rodada, os santistas voltam a campo em um clássico contra o Corinthians, quarta-feira, às 22 horas (horário de Brasília), na Vila Belmiro. Enquanto isso, os campineiros enfrentam o São Paulo, também na quarta, só que às 19h30, no Morumbi.

O jogo

Sem Neymar – suspenso pela diretoria como forma de punição pela polêmica com o técnico Dorival Júnior – e apostando num ataque com dois jogadores de mais velocidade, casos de Madson e Zé Eduardo, o Santos tentou tomar a iniciativa da partida. Porém, com a boa marcação do Guarani e a falta de criatividade do meio-campo santista – do lado do Bugre, houve o mesmo problema -, o jogo foi caminhando sem muitas emoções.

Tanto isso é verdade que, a primeira chance de gol do confronto só foi surgir aos 31 minutos. Madson recebeu a bola na entrada da área e tocou para Zé Eduardo que, na saída do goleiro Douglas, tentou encobri-lo, mas acabou mandando a bola para fora.

Antes do intervalo, apenas mais um lance mereceu maior destaque. Aos 37, Madson apareceu de novo, invadindo a área com a bola dominada e finalizando rasteiro, cruzado, para boa defesa de Douglas.

Na volta para a etapa complementar, o Santos voltou a assustar o gol de Douglas. Desta vez, em um chute de fora da área de Marquinhos. Aos quatro, a bola foi rolada para o meia que, de frente para o gol, soltou a bomba, exigindo uma grande defesa do arqueiro bugrino.

Mas, com a partida ainda em ritmo lento, os dois treinadores resolveram mexer em suas equipes. No Santos, aos 15, Dorival Júnior sacou Marquinhos para a entrada de Alan Patrick. Dois minutos depois, o técnico santista tirou Zé Eduardo para colocar Tiago Luís em campo. No Guarani, aos 16, Vagner Mancini trocou o meia Mário Lúcio para a entrada de um atacante, Reinaldo. Mais tarde, aos 23, Baiano foi substituído por Fabiano.

Aos 26, mais uma vez o Santos teve uma boa oportunidade, em uma finalização de fora da área. Alan Patrick arriscou o chute buscando o ângulo direito e Douglas, bem posicionado, conseguiu espalmar a bola para escanteio.

No minuto seguinte, Dorival sacou Madson para a entrada do centroavante Marcel no Peixe. No Bugre, aos 31, Mancini tirou o atacante Geovane para que o lateral direito Rodrigo Heffner viesse para o jogo.

Aos 38, foi a vez do Guarani assustar, com Márcio Careca. O lateral esquerdo pegou o rebote de um arremate de Fabão, com um chute que passou rente a trave direita de Rafael. Os dois times ainda buscaram o gol, porém, a falta de pontaria acabou sendo determinante para que o 0 a 0 perdurasse até o final da partida no placar.

Guarani 3 x 2 Santos

Data: 21/04/2010, quarta-feira.
Competição: Copa do Brasil – Oitavas de final – Jogo de volta
Local: Estádio Brinco de Ouro, em Campinas, SP.
Árbitro: Élcio Paschoal Borborema (SP)
Auxiliares: Hilton Francisco de Melo (SP) e Luiz Quirino da Costa (SP).
Cartões amarelos: Fabinho Romão, Léo Mineiro e Juliano (G); George Lucas, Marcel e Rodriguinho (S).
Cartões vermelhos: Maycon (G) e Zezinho (S).
Gols: Da Silva (06-2), Breitner (11-2), Alex Sandro (20-2), Richard Falcão (44-2) e Richard Falcão (48-2).

GUARANI
Juliano; Da Silva, Cássio, Dão e Fabinho Almeida; Fabinho Romão, Maycon, Léo Mineiro (Paulinho) e Moreno; Alex Cruz (Mário Lúcio) e Anderson Costa (Richard Falcão).
Técnico: Waguinho Dias.

SANTOS
Felipe; George Lucas, Rodrigo Mancha, Bruno Aguiar e Alex Sandro, Roberto Brum, Rodriguinho, Germano e Breitner (Giovanni); Madson (Zezinho) e André (Marcel).
Técnico: Dorival Júnior



Santos ‘B’ leva virada do Guarani no fim, mas garante vaga às quartas

O time reserva do Santos administrou a bela vantagem construída pelos titulares na semana passada, e ratificou a vaga para as quartas de final da Copa do Brasil, mesmo perdendo para o Guarani, por 3 a 2, na noite desta quarta-feira, no Brinco de Ouro, em Campinas. O placar agregado do confronto foi 10 a 4.

O alvinegro entrou em campo podendo perder por até seis gols de diferença. Todos os gols da partida aconteceram na segunda etapa. O Bugre saiu na frente com um gol de Da Silva. Breitner e Alex Sandro garantiram o triunfo santista. Nos minutos finais, Richard Falcão marcou dois, garantindo o triunfo do time campineiro.

Nas quartas, O Santos encara o Atlético-MG, que eliminou o Sport com duas vitórias (1 a 0 e 0 a 2). O time da Vila decide o confronto em casa. O jogo de ida será no no Mineirão, na próxima semana.

Antes de voltar a atuar pela competição nacional, o Santos se concentra somente na decisão do Campeonato Paulista diante do Santo André. O primeiro jogo ocorre neste domingo, às 16h, no Pacaembu.

Ao contrário do jogo de ida, o Guarani adotou um esquema tradicional, abdicou de apenas se defender, e desta forma conseguiu ao menos equilibrar o jogo no primeiro tempo. Oportunidades foram poucas, mas a o time também pouco foi ameaçado.

Atuando com três volantes, o alvinegro tinha a presença de poucos jogadores no ataque. A equipe só conseguia criar chances com as participações dos alas George Lucas e Alex Sandro no ataque. A melhor oportunidade do time na primeira etapa surgiu em um lance de bola parada. Madson cruzou na área,e Breitner desviou para o gol. Em uma jogada complicada, o árbitro assinalou impedimento anulando o gol santista.

O alvinegro atuou com André, que durante muito tempo foi titular, no comando do ataque. O vice-artilheiro da equipe na temporada, com 17 gols, teve uma atuação discreta, e não levou perigo ao adversário.

O primeiro tempo foi para o intervalo com o Guarani festejando o fato de não ter sofrido gols.“É procurar uma vitória no segundo tempo, mesmo que seja simples” As duas equipes estão bem postadas. “Agora, estamos jogando de igual para igual” comemorou o atacante do Bugre, Alex Cruz.
O Guarani transferiu a empolgação para dentro do campo após o intervalo, e teve um ótimo inicio. Logo aos 6 minutos, Da Silva abriu o placar. O lateral-direito arriscou um chute, e viu a bola desviar em Bruno Aguiar e encobrir Felipe.

A euforia, no entanto, durou poucos minutos. Aos 11, Breitner empatou o jogo. O meia cobrou uma falta de longa distância, e o chute foi certeiro, no canto direito de Juliano. O alvinegro voltou a ter controle do jogo.

A virada aconteceu aos 20 minutos, e com jogada envolvendo os dois laterais. George Lucas cruzou pela direia, a bola passou pelo meio da área sem nenhum desvio e sobrou para Alex Sandro chutar forte para o fundo do gol.

Para o terço final de jogo, Dorival resolveu dar chance para atletas que pouco atuaram no ano. Marcel e Giovanni entram nos lugares de André e Breitner, respectivamente. Pouco depois, Madson deu lugar a Zezinho.
O ritmo de jogo caiu bastante. O meia deu ótimo passe para Madson, que recebeu na área e soltou uma bomba na trave. Nos minutos finais de jogo, Maycon e Zezinho se estranharam e foram expulsos.

Nos minutos finais, o jogo ficou mais aberto, e o Guarani conseguiu a virada com dois gols de Richard Falcão. O triunfo foi extremamente comemorado pela equipe.

Santos FC x Guarani FC
Santos Futebol Clube x Guarani Futebol Clube


Retrospecto:

180 jogos
098 vitórias
038 empates
044 derrotas
375 gols pró
227 gols contra
148 saldo

Resultados:

31/08/1924 – Santos 3 x 0 Guarani – Amistoso – Vila Belmiro
10/04/1927 – Santos 5 x 6 Guarani – Amistoso – Estádio do Guarany
21/08/1927 – Santos 10 x 1 Guarani – Paulista – Vila Belmiro
05/02/1928 – Santos 4 x 2 Guarani – Paulista – Estádio do Guarany
10/06/1928 – Santos 0 x 1 Guarani – Paulista – Estádio do Guarany
30/09/1928 – Santos 3 x 2 Guarani – Paulista – Vila Belmiro
01/09/1929 – Santos 0 x 0 Guarani – Amistoso – Estádio do Guarany
08/09/1929 – Santos 3 x 1 Guarani – Paulista – Vila Belmiro
26/01/1930 – Santos 3 x 2 Guarani – Amistoso – Vila Belmiro
16/02/1930 – Santos 0 x 3 Guarani – Amistoso – Estádio do Guarany
06/04/1930 – Santos 3 x 3 Guarani – Paulista – Estádio do Guarany
21/12/1930 – Santos 5 x 1 Guarani – Paulista – Vila Belmiro
15/03/1931 – Santos 1 x 2 Guarani – Amistoso – Estádio do Guarany
20/09/1931 – Santos 3 x 1 Guarani – Paulista – Vila Belmiro
01/11/1931 – Santos 3 x 0 Guarani – Paulista – Estádio do Guarany
01/10/1933 – Santos 3 x 2 Guarani – Amistoso – Estádio do Guarany
21/06/1936 – Santos 1 x 3 Guarani – Amistoso – Estádio do Guarany
12/11/1939 – Santos 1 x 1 Guarani – Amistoso – Estádio do Guarany
10/12/1939 – Santos 2 x 2 Guarani – Amistoso – Vila Belmiro
04/03/1945 – Santos 2 x 1 Guarani – Amistoso – Estádio do Guarany
19/07/1947 – Santos 3 x 2 Guarani – Amistoso – Estádio do Guarany
29/10/1950 – Santos 1 x 1 Guarani – Paulista – Vila Belmiro
10/12/1950 – Santos 2 x 4 Guarani – Paulista – Estádio do Guarany
01/04/1951 – Santos 0 x 1 Guarani – Amistoso – Estádio do Guarany
08/04/1951 – Santos 4 x 2 Guarani – Amistoso – Vila Belmiro
06/07/1951 – Santos 3 x 3 Guarani – Amistoso – Vila Belmiro
07/10/1951 – Santos 1 x 0 Guarani – Paulista – Estádio do Guarany
26/01/1952 – Santos 7 x 2 Guarani – Paulista – Vila Belmiro
19/10/1952 – Santos 4 x 3 Guarani – Paulista – Vila Belmiro
28/12/1952 – Santos 2 x 0 Guarani – Paulista – Estádio do Guarany
11/10/1953 – Santos 0 x 3 Guarani – Paulista – Brinco de Ouro
27/12/1953 – Santos 3 x 0 Guarani – Paulista – Vila Belmiro
12/02/1954 – Santos 3 x 2 Guarani – Amistoso – Vila Belmiro
14/02/1954 – Santos 2 x 1 Guarani – Amistoso – Brinco de Ouro
30/05/1954 – Santos 0 x 0 Guarani – Amistoso – Vila Belmiro
18/07/1954 – Santos 3 x 2 Guarani – Amistoso – Brinco de Ouro
10/10/1954 – Santos 2 x 0 Guarani – Paulista – Vila Belmiro
28/11/1954 – Santos 2 x 1 Guarani – Paulista – Brinco de Ouro
09/10/1955 – Santos 2 x 4 Guarani – Paulista – Brinco de Ouro
20/11/1955 – Santos 5 x 0 Guarani – Paulista – Vila Belmiro
21/06/1956 – Santos 3 x 1 Guarani – Paulista – Vila Belmiro
14/04/1957 – Santos 6 x 1 Guarani – Amistoso – Vila Belmiro
15/08/1957 – Santos 8 x 1 Guarani – Paulista – Vila Belmiro
14/11/1957 – Santos 1 x 1 Guarani – Amistoso – Vila Belmiro
17/09/1958 – Santos 8 x 1 Guarani – Paulista – Vila Belmiro
14/12/1958 – Santos 7 x 1 Guarani – Paulista – Brinco de Ouro
10/09/1959 – Santos 4 x 1 Guarani – Paulista – Vila Belmiro
20/12/1959 – Santos 2 x 3 Guarani – Paulista – Brinco de Ouro
24/07/1960 – Santos 2 x 2 Guarani – Paulista – Brinco de Ouro
02/10/1960 – Santos 1 x 3 Guarani – Paulista – Vila Belmiro
10/01/1961 – Santos 10 x 2 Guarani – Amistoso – Vila Belmiro
09/08/1961 – Santos 3 x 1 Guarani – Paulista – Vila Belmiro
22/10/1961 – Santos 2 x 1 Guarani – Paulista – Brinco de Ouro
26/08/1962 – Santos 1 x 1 Guarani – Paulista – Brinco de Ouro
31/10/1962 – Santos 5 x 0 Guarani – Paulista – Vila Belmiro
04/08/1963 – Santos 2 x 1 Guarani – Paulista – Brinco de Ouro
04/12/1963 – Santos 1 x 2 Guarani – Paulista – Vila Belmiro
19/08/1964 – Santos 6 x 1 Guarani – Paulista – Vila Belmiro
18/11/1964 – Santos 1 x 5 Guarani – Paulista – Brinco de Ouro
12/09/1965 – Santos 7 x 0 Guarani – Paulista – Vila Belmiro
04/12/1965 – Santos 1 x 0 Guarani – Paulista – Brinco de Ouro
07/09/1966 – Santos 0 x 3 Guarani – Paulista – Brinco de Ouro
26/11/1966 – Santos 2 x 1 Guarani – Paulista – Vila Belmiro
23/07/1967 – Santos 2 x 1 Guarani – Paulista – Vila Belmiro
03/12/1967 – Santos 1 x 1 Guarani – Paulista – Brinco de Ouro
08/02/1968 – Santos 1 x 0 Guarani – Paulista – Vila Belmiro
10/04/1968 – Santos 2 x 0 Guarani – Paulista – Brinco de Ouro
05/03/1969 – Santos 0 x 1 Guarani – Paulista – Brinco de Ouro
04/06/1969 – Santos 1 x 0 Guarani – Paulista – Vila Belmiro
19/07/1970 – Santos 5 x 2 Guarani – Paulista – Brinco de Ouro
05/08/1970 – Santos 5 x 1 Guarani – Paulista – Vila Belmiro
21/03/1971 – Santos 2 x 2 Guarani – Paulista – Vila Belmiro
02/06/1971 – Santos 1 x 0 Guarani – Paulista – Brinco de Ouro
23/04/1972 – Santos 0 x 1 Guarani – Paulista – Brinco de Ouro
02/08/1972 – Santos 4 x 2 Guarani – Paulista – Vila Belmiro
22/04/1973 – Santos 1 x 0 Guarani – Paulista – Brinco de Ouro
15/08/1973 – Santos 1 x 0 Guarani – Paulista – Vila Belmiro
14/11/1973 – Santos 1 x 1 Guarani – Brasileiro – Brinco de Ouro
03/02/1974 – Santos 2 x 0 Guarani – Brasileiro – Pacaembu
24/03/1974 – Santos 2 x 2 Guarani – Brasileiro – Brinco de Ouro
22/09/1974 – Santos 2 x 2 Guarani – Paulista – Brinco de Ouro
15/12/1974 – Santos 1 x 0 Guarani – Paulista – Vila Belmiro
15/01/1975 – Santos 3 x 1 Guarani – Torneio Laudo Natel – Brinco de Ouro
14/05/1975 – Santos 2 x 3 Guarani – Paulista – Vila Belmiro
06/07/1975 – Santos 1 x 1 Guarani – Paulista – Brinco de Ouro
25/01/1976 – Santos 1 x 3 Guarani – Taça Governador do Estado – Brinco de Ouro
20/03/1976 – Santos 0 x 3 Guarani – Paulista – Vila Belmiro
13/03/1977 – Santos 2 x 0 Guarani – Paulista – Vila Belmiro
25/06/1977 – Santos 1 x 2 Guarani – Paulista – Brinco de Ouro
11/09/1977 – Santos 1 x 0 Guarani – Paulista – Brinco de Ouro
08/03/1978 – Santos 2 x 3 Guarani – Amistoso – Brinco de Ouro
08/07/1978 – Santos 1 x 2 Guarani – Brasileiro – Brinco de Ouro
18/10/1978 – Santos 0 x 2 Guarani – Paulista – Vila Belmiro
18/03/1979 – Santos 1 x 0 Guarani – Paulista – Brinco de Ouro
30/05/1979 – Santos 3 x 1 Guarani – Paulista – Pacaembu
16/06/1979 – Santos 3 x 1 Guarani – Paulista – Morumbi
01/08/1979 – Santos 0 x 5 Guarani – Paulista – Brinco de Ouro
12/09/1979 – Santos 1 x 1 Guarani – Paulista – Vila Belmiro
21/11/1979 – Santos 1 x 1 Guarani – Paulista – Brinco de Ouro
05/04/1980 – Santos 4 x 1 Guarani – Brasileiro – Vila Belmiro
04/05/1980 – Santos 1 x 1 Guarani – Brasileiro – Brinco de Ouro
28/06/1980 – Santos 1 x 1 Guarani – Paulista – Vila Belmiro
25/10/1980 – Santos 1 x 2 Guarani – Paulista – Brinco de Ouro
02/05/1981 – Santos 1 x 1 Guarani – Paulista – Vila Belmiro
10/10/1981 – Santos 0 x 2 Guarani – Paulista – Brinco de Ouro
06/05/1982 – Santos 1 x 2 Guarani – Torneio dos Campeões – Brinco de Ouro
22/05/1982 – Santos 2 x 0 Guarani – Torneio dos Campeões – Vila Belmiro
28/07/1982 – Santos 0 x 1 Guarani – Paulista – Vila Belmiro
05/12/1982 – Santos 1 x 2 Guarani – Paulista – Brinco de Ouro
16/03/1983 – Santos 1 x 1 Guarani – Brasileiro – Vila Belmiro
26/03/1983 – Santos 2 x 2 Guarani – Brasileiro – Brinco de Ouro
03/07/1983 – Santos 4 x 0 Guarani – Paulista – Brinco de Ouro
27/10/1983 – Santos 2 x 1 Guarani – Paulista – Vila Belmiro
04/07/1984 – Santos 1 x 0 Guarani – Paulista – Vila Belmiro
07/10/1984 – Santos 1 x 2 Guarani – Paulista – Brinco de Ouro
03/02/1985 – Santos 1 x 0 Guarani – Brasileiro – Vila Belmiro
03/04/1985 – Santos 1 x 1 Guarani – Brasileiro – Brinco de Ouro
31/07/1985 – Santos 1 x 3 Guarani – Paulista – Vila Belmiro
06/10/1985 – Santos 1 x 3 Guarani – Paulista – Brinco de Ouro
04/05/1986 – Santos 3 x 1 Guarani – Paulista – Brinco de Ouro
28/05/1986 – Santos 2 x 1 Guarani – Paulista – Vila Belmiro
21/09/1986 – Santos 0 x 1 Guarani – Brasileiro – Vila Belmiro
22/05/1987 – Santos 1 x 0 Guarani – Paulista – Vila Belmiro
05/08/1987 – Santos 0 x 0 Guarani – Paulista – Brinco de Ouro
12/03/1988 – Santos 0 x 2 Guarani – Paulista – Brinco de Ouro
12/11/1988 – Santos 0 x 0 Guarani – 3 x 2 pênaltis – Brasileiro – Vila Belmiro
27/04/1989 – Santos 0 x 0 Guarani – 5 x 3 pênaltis – Paulista – Brinco de Ouro
07/05/1990 – Santos 1 x 0 Guarani – Paulista – Vila Belmiro
28/07/1991 – Santos 0 x 0 Guarani – Paulista – Brinco de Ouro
08/10/1991 – Santos 0 x 1 Guarani – Paulista – Vila Belmiro
17/02/1992 – Santos 1 x 0 Guarani – Brasileiro – Vila Belmiro
05/08/1992 – Santos 2 x 0 Guarani – Paulista – Vila Belmiro
28/10/1992 – Santos 1 x 1 Guarani – Paulista – Brinco de Ouro
03/02/1993 – Santos 2 x 1 Guarani – Paulista – Vila Belmiro
24/03/1993 – Santos 2 x 1 Guarani – Paulista – Brinco de Ouro
22/09/1993 – Santos 1 x 2 Guarani – Brasileiro – Brinco de Ouro
24/10/1993 – Santos 3 x 3 Guarani – Brasileiro – Vila Belmiro
26/01/1994 – Santos 2 x 2 Guarani – Paulista – Vila Belmiro
17/04/1994 – Santos 1 x 1 Guarani – Paulista – Brinco de Ouro
09/06/1994 – Santos 3 x 1 Guarani – Amistoso – Brinco de Ouro
27/08/1994 – Santos 0 x 4 Guarani – Brasileiro – Brinco de Ouro
04/09/1994 – Santos 1 x 0 Guarani – Brasileiro – Vila Belmiro
26/11/1994 – Santos 3 x 0 Guarani – Brasileiro – Vila Belmiro
12/03/1995 – Santos 3 x 1 Guarani – Paulista – Brinco de Ouro
27/04/1995 – Santos 1 x 1 Guarani – Paulista – Vila Belmiro
03/12/1995 – Santos 2 x 0 Guarani – Brasileiro – Pacaembu
14/03/1996 – Santos 0 x 2 Guarani – Paulista – Brinco de Ouro
16/05/1996 – Santos 2 x 1 Guarani – Paulista – Vila Belmiro
17/08/1996 – Santos 1 x 1 Guarani – Brasileiro – Brinco de Ouro
19/02/1997 – Santos 2 x 3 Guarani – Paulista – Brinco de Ouro
11/10/1997 – Santos 3 x 2 Guarani – Brasileiro – Vila Belmiro
02/09/1998 – Santos 1 x 1 Guarani – Brasileiro – Brinco de Ouro
01/05/1999 – Santos 1 x 0 Guarani – Paulista – Brinco de Ouro
30/05/1999 – Santos 2 x 0 Guarani – Paulista – Vila Belmiro
22/08/1999 – Santos 1 x 2 Guarani – Brasileiro – Vila Belmiro
30/04/2000 – Santos 2 x 1 Guarani – Paulista – Vila Belmiro
17/05/2000 – Santos 1 x 0 Guarani – Paulista – Brinco de Ouro
16/11/2000 – Santos 2 x 3 Guarani – Brasileiro – Brinco de Ouro
21/01/2001 – Santos 1 x 0 Guarani – Paulista – Vila Belmiro
09/09/2001 – Santos 1 x 1 Guarani – Brasileiro – Brinco de Ouro
24/03/2002 – Santos 2 x 0 Guarani – Torneio Rio SP – Vila Belmiro
02/11/2002 – Santos 2 x 0 Guarani – Brasileiro – Jaime Cintra
07/06/2003 – Santos 2 x 1 Guarani – Paulista – Brinco de Ouro
08/10/2003 – Santos 1 x 1 Guarani – Brasileiro – Vila Belmiro
07/03/2004 – Santos 3 x 0 Guarani – Paulista – Brinco de Ouro
26/06/2004 – Santos 2 x 1 Guarani – Brasileiro – Pacaembu
02/10/2004 – Santos 1 x 0 Guarani – Brasileiro – Brinco de Ouro
10/02/2005 – Santos 0 x 0 Guarani – Paulista – Vila Belmiro
12/03/2006 – Santos 1 x 2 Guarani – Paulista – Brinco de Ouro
21/02/2008 – Santos 3 x 1 Guarani – Paulista – Vila Belmiro
15/02/2009 – Santos 3 x 1 Guarani – Paulista – Vila Belmiro
14/04/2010 – Santos 8 x 1 Guarani – Copa do Brasil – Vila Belmiro
21/04/2010 – Santos 2 x 3 Guarani – Copa do Brasil – Brinco de Ouro
26/05/2010 – Santos 3 x 1 Guarani – Brasileiro – Vila Belmiro
19/09/2010 – Santos 0 x 0 Guarani – Brasileiro – Brinco de Ouro
29/02/2012 – Santos 2 x 0 Guarani – Paulista – Brinco de Ouro
06/05/2012 – Santos 3 x 0 Guarani – Paulista – Morumbi
13/05/2012 – Santos 4 x 2 Guarani – Paulista – Morumbi
16/03/2013 – Santos 2 x 1 Guarani – Paulista – Vila Belmiro

Obs.:
Estádio do Guarany: inaugurado em 15/07/1923 e utilizado até 1953.
Brinco de Ouro: inaugurado em 31/05/1953.

Data: 12/03/2006
Competição: Campeonato Paulista – 14ª rodada
Local: estádio Brinco de Ouro da Princesa, em Campinas, SP.
Público: 10.656 pagantes
Árbitro: Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral
Auxiliares: Marinaldo Silvério e Danilo Ricardo Simon Manis
Cartões amarelos: Rodrigo Tabata (S), Cléber Santana (S), Ronaldo Guiaro (S), Élvis (G), Nelsinho (G), Emerson (G), César (G)
Gols: Edmílson, aos 32min, e Goeber, aos 35min do primeiro tempo; Reinaldo, aos 27min do segundo tempo.

GUARANI
Fernando; Nelsinho, Emerson, Rogério e Adílio (César); Goeber, Rodrigo Sá (Fabinho), Juca e Élvis; Edmílson e Adeílson (Gustavo)
Técnico: Toninho Cerezo

SANTOS
Fábio Costa; Manzur, Luiz Alberto e Ronaldo Guiaro (Léo Lima); Fabinho, Maldonado, Cléber Santana, Rodrigo Tabata (Magnum) e Kléber; Reinaldo e Geílson (Galvão)
Técnico: Vanderlei Luxemburgo



Santos perde para o Guarani e embola classificação do Paulista

O Santos, líder do Campeonato Paulista, viu sua diferença para os vice-líderes cair de cinco para apenas dois pontos ao perder para o Guarani, neste domingo por 2 a 1.

Estreando o técnico Toninho Cerezo e jogando em casa, o Guarani foi superior em todo o primeiro tempo. A única chance clara do Santos nessa etapa aconteceu aos 23min, quando Geílson driblou o goleiro Fernando, mas acabou acertando a trave.

Aos 31min, o Guarani abriu o placar. Ronaldo fez pênalti em Edmílson. O próprio Edmílson bateu e acabou com as chances de Fábio Costa chegar ao oitavo jogo consecutivo sem sofrer gol e virar o recordista absoluto nesse quesito em toda a história do Santos.

Três minutos depois, o Guarani aumentou com o volante Goeber, que aproveitou um cruzamento vindo da direita e, de cabeça, marcou.

No intervalo, Luxemburgo fez duas substituições e mexeu em seu sistema tático. Saíram o zagueiro Ronaldo e o meia Rodrigo Tabata e entraram os meias Léo Lima e Magnum. Com essas mudanças, o time da Baixada cresceu e, aos 4min, Geílson acertou outra bola na trave.

Aos 27min, em cruzamento para a área em cobrança de falta, Luís Alberto cabeceou e Reinaldo diminui para o alvinegro.

Depos disso e até o fim da partida, o Santos pressionou muito, mas o gol do empate não saiu. Assim, os santistas conheceram a sua terceira derrota na competição, a primeira desde 5 de fevereiro, quando foi derrotado pela Portuguesa Santista, no jogo em que Fábio Costa havia levado seu último gol.

Com esse resultado, o Santos permanece com 31 pontos, dois a frente de São Paulo e Palmeiras. O Guarani chegou aos 16 pontos, mas continua na zona de rebaixamento.