Navegando Posts marcados como Clodoaldo

Santos 0 x 1 Seleção da Romênia

Data: 26/01/1980, sábado, 18h00.
Competição: Amistoso
Local: Estádio da Vila Belmiro, em Santos, SP.
Público: 20.294 pagantes e 6.942 menores (27.236 total).
Renda: Cr$ 1.504.000,00
Árbitro: José Luís Guidotti.
Gol: Camataru (16-2).

SANTOS
Marolla; Nelsinho Baptista, Joãozinho, Neto e Paulinho (Washington); Clodoaldo (Cláudio Gaúcho), Carlos Silva e Pita; Nilton Batata (Serginho Cederboom), Aluísio Guerreiro (Rubens Feijão) e João Paulo.
Técnico: Pepe

SELEÇÃO DA ROMÊNIA
Iordache; Negrila, Munteanu, Stefan Sames e Stefanescu; Dinu (Nicolae), Boloni e Multesco; Marcel Raducano, Rodion Camataru e Balaci.
Técnico: Stefan Kovács



O adeus de Clodoaldo

Despedida de Clodoaldo, o último remanescente do esquadrão da década de 60, que ganhou o passe livre como prêmio pelos 15 anos de clube. O volante disputou 510 jogos com a camisa santista, marcando 13 gols. Pela seleção brasileira foram 55 jogos e fez 3 gols.

Pepe continua otimista apesar da derrota para seleção romena

O primeiro jogo da temporada também serviu para as estreias de Marolla, Paulinho, Carlos Silva, Cláudio Gaúcho, Serginho e Aluísio Guerreiro.

Fonte: Jornal Folha de SP

Santos 0 x 1 Corinthians

Data: 26/11/1978, domingo.
Competição: Campeonato Paulista 1978 – 1º turno – Final
Local: Estádio do Morumbi, em São Paulo, SP.
Público: 120.000 pagantes
Renda: Cr$ 4.660.000,00
Árbitro: Dulcidio Vanderlei Boschília.
Cartão vermelho: Clodoaldo (S).
Gol: Palhinha (37-2).

SANTOS
Vitor; Nelsinho Baptista, Joãozinho, Neto e Gilberto Sorriso; Clodoaldo, Ailton Lira e Pita; Nilton Batata, Célio (Toninho Vieira) e João Paulo.
Técnico: Chico Formiga

CORINTHIANS
Jairo; Zé Maria, Amaral, Zé Eduardo (Claudio Mineiro) e Vladimir; Taborda (Piter), Biro-Biro e Basílio; Vaguinho, Sócrates e Palhinha.
Técnico: José Teixeira


O jogo

Esta partida foi válida pela decisão do 1º turno do Campeonato Paulista de 1978. O Corinthians venceu por 1×0 foi o campeão, garantindo sua participação no 3º e decisivo Turno que só ocorreria no ano seguinte, já em 1979. Estava em disputa a Taça Cidade de São Paulo, que nada valia.

Fonte: Jornal Folha de SP

Santos 4 x 0 Corinthians

Data: 26/11/1972, domingo, 16h00.
Competição: Campeonato Brasileiro – 1ª fase – 23ª rodada
Local: Estádio do Morumbi, em São Paulo, SP.
Público: 58.715
Renda: Cr$ 437.966,00
Árbitro: Armando Marques (SP)
Gols: Clodoaldo (10-2), Nenê (23-2), Nenê (26-2) e Edu (29-2).

SANTOS
Cláudio; Orlando, Carlos Alberto Torres, Vicente e Zé Carlos (Turcão); Clodoaldo e Nenê; Jair da Costa, Brecha, Pelé e Edu.
Técnico: Pepe

CORINTHIANS
Ado; Zé Maria, Wagner, Luis Carlos (Baldochi) e Pedrinho; Tião e Rivelino; Paulo Borges, Sicupira, Mirandinha e Marco Antonio (Aladim).
Técnico: Duque



Fonte: Folha de SP – http://acervo.folha.uol.com.br/fsp/1972/11/27/20//4634964

Santos 6 x 2 XV de Piracicaba

Data: 14/02/1969, sexta-feira
Competição: Campeonato Paulista – 6ª rodada
Local: Estádio da Vila Belmiro, em Santos, SP.
Público: 11.447 pagantes
Renda: NCr$ 34.498,00
Árbitro: Roberto Goicochea
Expulso: Jair Bala (XV, 40-2).
Gols: Toninho (07-1), Nicanor (10-1), Piau (15-1), Clodoaldo (30-1), Pelé (36-1, de pênalti) e Pelé (42-1); Manoel Maria (08-2) e Edu (21-2).

SANTOS
Claudio; Carlos Alberto, Ramos Delgado (Joel), Joel (Marçal, 28-2) e Rildo (Lima); Clodoaldo e Lima (Negreiros, 41-2); Manoel Maria, Toninho, Pelé e Edu.
Técnico: Antoninho

XV DE PIRACICABA
Claudinei; Nei (Piloto, 23-1), Macalé, Ademir e Zé Carlos; Eli Cotucha e Jair Bala; Celsinho (Hidalgo, no intervalo), Afonso, Nicanor e Piau.
Técnico: Manga

Ocorrências: O lateral Nei foi substituído em virtude de ter sofrido distensão muscular. O central Ramos Delgado contundiu-se e Joel passou para seu lugar. Jair Bala foi expulso de campo aos 40-2, por ter atingido Manoel Maria. Rildo contundiu-se aos 35-2 e ficou sendo atendido até seguir para os vestiários; aos 41-2 Lima passou para seu lugar, entrando Negreiros para formar o meio de campo com Clodoaldo.

Santos 4 x 1 Seleção de Senegal

Data: 28/05/1967
Competição: Amistoso
Local: Dacar, no Senegal.
Público: 20.000
Árbitro: El Hadigueye
Gols: Pelé (3) e Clodoaldo – Ndiaye

SANTOS
Cláudio (Laércio); Lima, Orlando (Oberdan), Joel Camargo e Rildo (Geraldino); Clodoaldo e Zito (Buglê); Wilson (Edu), Toninho, Pelé (Almiro) e Abel (Pepe).
Técnico: Antoninho

SELEÇÃO DE SENEGAL
Toumai (Thian); Kader, Abdulaye, Loulou e Moreira (Abou); Gomis e Mousse; Sarr, Pappe, Segagisse e Thyope.
Técnico:



Presença do presidente do Senegal, Léopold Senghor… O1º gol de Pelé resultou numa cena curiosa: depois de driblar os zagueiros, o goleiro e fazer o gol, Pelé viu o goleiro senegalês esmurrar a trave e sair de campo chorando… Pelé pede desculpas ao goleiro (!!!), mas ele fica irredutível, “não jogo mais”… depois da cena, o SFC “manera” na partida e só volta a marcar no 2º tempo.

Créditos:
Ficha técnica e comentários: Prof. Guilherme Nascimento.