Navegando Posts marcados como contra

Santos 1 x 1 Fluminense

Data: 20/09/2006
Competição: Campeonato Brasileiro – 25ª rodada
Local: Estádio da Vila Belmiro, em Santos, SP.
Público: 3.633 pagantes
Renda: 36.643,00
Árbitro: Leonardo Gaciba (Fifa-RS)
Gols: Cléber Santana (34-2) e Luiz alberto (40-2, contra).

SANTOS
Fábio Costa; Dênis, Mauzur, Luiz Alberto e Kléber; Maldonado, André Luiz (Rodrigo Tabata), Cléber Santana e Zé Roberto; Jonas (Rodrigo Tiuí) e Wellington Paulista (Leandro).
Técnico: Vanderlei Luxemburgo

FLUMINENSE
Diego; Rissut, henrique, Thiago Silva e Roger (Jean); Marcão (Fernando), Romeu, Rogério e Petkovic; Evando (beto) e Tuta.
Técnico: Antônio Lopes



Santos empata com o Fluminense e vê São Paulo mais distante

O Santos complicou sua situação no Campeonato Brasileiro ao empatar com o Fluminense por 1 a 1, nesta quarta-feira, no estádio da Vila Belmiro.

Com o resultado, Santos chegou aos 40 pontos e ficou mais longe do São Paulo, que venceu o São Caetano (1 a 0) e lidera com 49. O Fluminense tem 34.

Jogando em casa, o Santos começou pressionando e criou uma boa chance logo aos 2min de jogo. Após levantamento de Kléber, o goleiro Diego não cortou o cruzamento, Luiz Alberto cabeceou mas não conseguiu marcar. Aos 7min, Kléber chutou forte, assustando o goleiro do Fluminense.

Aos 32min, o Fluminense criou uma ótima oportunidade com Evando, que bateu da entrada da área. A bola passou perto do gol de Fábio Costa.

“A marcação deles está muito forte. Vamos precisar de movimentação para encontrar os espaços”, disse o lateral santista Kléber, na saída para o intervalo.

O time da Baixada abriu o placar aos 33min da etapa final, quando Rodrigo Tabata caiu na área e o árbitro Leonardo Gaciba marcou pênalti, muito contestado pelos jogadores do Fluminense. Na cobrança, Cléber Santana marcou.

Aos 40min, o Fluminense empatou. Petkovic levantou a bola na área, o goleiro Fábio Costa se atrapalhou com os zagueiros e Luiz Alberto marcou contra.

O Fluminense volta a campo no sábado, quando recebe o Fortaleza, no Rio. No dia seguinte, o Santos volta a atuar na Vila Belmiro, contra o Flamengo.


Santos 3 x 3 São Caetano

Data: 28/03/2004
Competição: Campeonato Paulista – Semifinal – Jogo de Ida
Local: Estádio da Vila Belmiro, em Santos, SP.
Renda e Público: N/D.
Árbitro: Wilson Luiz Seneme (SP).
Cartões amarelos: André Luís, Claiton, Paulo César, Renato, Róbson (S), Anderson Lima, Marcinho (SC).
Cartão vermelho: Gilberto (SC).
Gols: André Luís (34-1, contra), Warley (44-1), Basílio (09-2), Gustavo (17-2, contra), Robinho (37-2), Mineiro (41-2).

SANTOS
Doni; Paulo César, Pereira (Alcides), André Luís, Léo; Paulo Almeida (Basílio), Claiton, Renato, Diego (Lopes); Robinho e Róbson.
Técnico: Emerson Leão.

SÃO CAETANO
Silvio Luiz; Dininho, Gustavo, Serginho; Anderson Lima, Gilberto, Mineiro, Marcelo Mattos, Marcinho (Marco Aurélio); Warley (Triguinho) e Fabrício Carvalho (Euller).
Técnico: Muricy Ramalho.



Em jogo eletrizante, Santos e São Caetano empatam por 3 a 3

Graças a uma substituição no intervalo, o Santos conseguiu sair de uma situação adversa no primeiro tempo e empatou com o São Caetano por 3 a 3, pela partida de ida das semifinais do Campeonato Paulista.

O Santos começou o jogo de forma defensiva, mas só conseguiu o empate, quando voltou às origens e teve um time mais ofensivo. O herói da partida foi o atacante Basílio, que entrou no segundo tempo, no lugar de Paulo Almeida, e participou dos três gols, tendo anotado o primeiro.

No primeiro tempo, o time do ABC mostrou as mesmas armas que vem marcando a equipe nos últimos dois anos: forte marcação e o rápido contra-ataque. Desta forma, o São Caetano soube anular bem as jogadas do rival e conseguiu a vantagem de 2 a 0, com gols de André Luís (contra) e Warley.

Mas, na etapa final, o técnico Emerson Leão mexeu no time e mudou completamente a partida. Basílio entrou no time, deu uma nova movimentação à equipe e comandou a virada. Aos 9min, ele marcou o primeiro, aproveitando cruzamento de Robinho.

O gol incendiou o Santos, que partiu com tudo ao ataque. Após a expulsão de Gilberto, aos 12min, o time conseguiu a virada com gols de Gustavo (contra) e Robinho, após duas jogadas de Basílio. Quando tudo parecia levar à vitória, os visitantes conseguiram o empate com Mineiro, aos 41min, e agora a definição do finalista vai para a partida de volta.

No próximo sábado, as duas equipes realizam a partida de volta, no estádio Anacleto Campanella, em São Caetano. O vencedor se classifica para a decisão, contra o vencedor de Palmeiras e Paulista, que empataram por 1 a 1, no jogo de ida.



Créditos:
Ficha técnica: Fernando Ribeiro