Navegando Posts marcados como Desportiva

Santos FC x Desportiva Ferroviária
Santos Futebol Clube x Associação Desportiva Ferroviária Vale do Rio Doce


Retrospecto:

07 jogos
03 vitórias
04 empates
00 derrota
12 gols pró
05 gols contra
07 saldo

Resultados:

24/10/1973 – Santos 3 x 1 Desportiva – Brasileiro – Engenheiro Araripe
27/08/1975 – Santos 2 x 1 Desportiva – Brasileiro – Engenheiro Araripe
03/10/1976 – Santos 0 x 0 Desportiva – Brasileiro – Vila Belmiro
26/04/1978 – Santos 1 x 1 Desportiva – Brasileiro – Pacaembu
15/05/1980 – Santos 0 x 0 Desportiva – Brasileiro – Vila Belmiro
20/02/1997 – Santos 1 x 1 Desportiva – Copa do Brasil – Engenheiro Araripe
27/02/1997 – Santos 5 x 1 Desportiva – Copa do Brasil – Parque Antartica


Santos 5 x 1 Desportiva

Data: 27/02/1997, quinta-feira, 21h30.
Competição: Copa do Brasil – Fase Preliminar – Jogo de volta
Local: Estádio do Parque Antarctica, em São Paulo, SP.
Público: 1.525 pagantes
Renda: R$ 19.075,00
Árbitro: Lincoln Bojaille (MG).
Cartões amarelos: Ânderson Lima, Alexandre (S); Paulo Renato e Clifton (D).
Gols: Robert (13-1), Ronaldão (23-1), Robert (40-1); Léo Gomes (07-2, de pênalti), Ronaldão (43-2) e Marcos Assunção (45-2, de pênalti).

SANTOS
Zetti; Ânderson Lima, Narciso, Ronaldão e Cássio (Rogério Seves); Marcos Assunção, Alexandre, Vágner e Robert; Alessandro (Baiano) e Macedo.
Técnico: Wanderley Luxemburgo

DESPORTIVA (ES)
Luís Carlos; Léo, Paulo Renato, Valmir e Juca; Beto, Capixaba, Alex e Clifton; Tico e Jean Carlo.
Técnico: Cosme Eduardo



Santos vence Desportiva e passa de fase

O Santos derrotou ontem a Desportiva por 5 a 1, no Parque Antarctica, e se classificou para a próxima fase da Copa do Brasil.

A equipe dominou a partida no primeiro tempo e, já com 3 a 0 aos 40min, o técnico Wanderley Luxemburgo colocou jogadores menos experientes em campo.

Menos determinada, a equipe deu espaços à Desportiva, e Luxemburgo trocou o atacante Alessandro pelo volante Baiano.

Com chutes de fora da área, Robert marcou aos 13min e aos 40min. Ronaldão marcou de cabeça, aos 23min do primeiro tempo, em escanteio, e aos 43min do segundo, em falta. Marcos Assunção fez aos 45min do segundo, de pênalti. No segundo, Léo marcou de pênalti, aos 7min, e a Desportiva teve mais chances do que o Santos.



Créditos:
Fonte: Jornal Folha de SP
Vídeo: SBT – Enviado por Wesley Miranda.

Desportiva 1 x 1 Santos

Data: 20/02/1997, quinta-feira, 21h30.
Competição: Copa do Brasil – Fase Preliminar – Jogo de ida
Local: Estádio Engenheiro Araripe, em Cariacica, ES.
Público: 5.803
Renda: R$ 56.560,00
Árbitro: Carlos Elias Pimentel (RJ).
Gols: Caíco (37-1) e Léo Gomes (20-2).

DESPORTIVA FERROVIÁRIA (ES)
Luis Carlos; Léo Gomes (João Carlos), Paulo Renato, Valmir e Juca; Beto, Mauro Botelho (Erick), Alex Santana e Luis Carlos Capixaba; Jean Carlo e Elder (Tico).
Técnico: Cosme Eduardo

SANTOS
Zetti; Michel, Ronaldo Marconato, Narciso (Daniel) e Cássio; Marcos Assunção, Baiano, Alexandre (Eduardo Marques) e Piá (Juari); Edgar Baez e Caíco.
Técnico: Wanderley Luxemburgo



Físico vai definir escalação do Santos

A escalação do time do Santos, que enfrenta hoje a Desportiva, pela Copa do Brasil, dependerá da avaliação física à qual serão submetidos os jogadores do time titular na manhã de hoje. O jogo está marcado para 21h30, no estádio Engenheiro Araripe, em Cariacica (ES).

Antes de escalar o time, o técnico Wanderley Luxemburgo quer saber qual é o estado físico dos titulares, que ontem à noite enfrentariam o Guarani, pelo Paulista.

Como o tempo para recuperação será muito curto, os jogadores que voltarem de Campinas com problemas físicos ou contusões não viajarão para o Espírito Santo. Após o clássico contra a Lusa, marcado para sábado, em Jundiaí (SP), o time terá completado três jogos em quatro dias.

Se não conseguir superar a Desportiva com dois gols de vantagem, o Santos será obrigado a fazer o jogo de volta em São Paulo na próxima quinta-feira. Nesse caso, a Federação Paulista deverá antecipar para terça a partida contra o Botafogo, inicialmente marcada para quarta-feira.

Devido à indefinição da equipe que enfrenta a Desportiva, seis jogadores (Nando, Michel, Daniel, Élder, Eduardo Marques e João Fumaça) estão em São Paulo. Os seis esperam em um hotel a delegação que chegará de Campinas hoje pela manhã. Eles poderão ser incorporados ao grupo no lugar dos atletas que não tiverem condição física para jogar hoje.

A contratação de Edmundo pelo Santos está praticamente descartada. De acordo com o diretor de futebol José Paulo Fernandes, favorável à vinda do jogador, o Santos demorou muito para se definir. “Perdemos o timing do negócio para o São Paulo”, disse. Segundo Fernandes, agora as opções para contratação de um atacante são muito escassas.

O técnico Wanderley Luxemburgo demonstra impaciência em relação ao assunto. “Não falo mais sobre contratações. Já me reuni com a diretoria e eles sabem o que eu preciso.”

Fonte: Jornal Folha de SP

Santos 0 x 0 Desportiva-ES

Data: 15/05/1980, quinta-feira, 21h00.
Competição: Campeonato Brasileiro (Taça de Ouro) – 3ª fase – 2ª rodada (penúltima) – Grupo O
Local: Estádio da Vila Belmiro, em Santos, SP.
Público: 26.743 pagantes
Renda: Cr$ 2.497.300,00
Árbitro: José Marçal Filho (RJ).
Cartão vermelho: Paulo Lampa (D).

SANTOS
Marolla; Nelsinho Baptista, Joãozinho, Márcio Rossini (Cláudio Gaúcho) e Washington; Miro, Rubens Feijão e Pita; Nilton Batata, Claudinho (Aluísio Guerreiro) e João Paulo.
Técnico: Pepe

DESPORTIVA (ES)
Rogério; Vicente Paixão, Lúcio Antônio, Edmar e Paulo Lampa; Marcos, Édson e Vicente Cruz; Botelho, Luís Cláudio (Adauto) e Dario.
Técnico: Beto Preti



Santos pára na retranca da Desportiva

Com este resultado o Santos fica empatado em pontos na liderança com o Flamengo, ficando atrás no critério de gols pró (4 a 3). Por isso o time da Vila precisará da vitória na próxima partida no Rio para se classificar para o mata-mata das semifinais.

Fonte: Jornal Folha de SP

Santos 0 x 0 Desportiva

Data: 03/10/1976, domingo, 16h00.
Competição: Campeonato Brasileiro – 1ª fase – Grupo A – 8ª rodada (última)
Local: Estádio da Vila Belmiro, em Santos, SP.
Público: 17.617 pagantes
Renda: Cr$ 358.040,00
Árbitro: Hélio Cosso

SANTOS
Wilson Quiqueto; Fernando, Neto, Bianchi e Almeida; Carlos Roberto e Zé Mário (Totonho); Tata, Aílton Lira, Toinzinho (Clodoaldo) e Edu.
Técnico: Zé Duarte

DESPORTIVA (ES)
Edalmo; Roberto Lima, Edemar, Ari e Celso Alonso; Carlinhos e Sérgio; Wilson (Cláudio), Valmir, Moreira (Alfredo) e Evandro.
Técnico: Alfredo González



Santos se classifica mas não convence a sua torcida na Vila

Santos termina a 1ª fase na 3ª colocação no Grupo A. Foram 8 jogos, com 4 vitórias, 3 empates e 1 derrota. Marcou 9 gols e sofreu 5.

Fonte: Jornal Folha de SP