Navegando Posts marcados como Mundialito

Santos 2 x 0 Feyenoord

Data: 28/06/1981, domingo, 14h00 de Brasília.
Competição: Supercopa Mundial de Clubes (Mundialito) – 4ª rodada (última)
Local: Estádio Giuseppe Meazza, em Milão, Itália.
Árbitro: Paolo Bergamo
Gols: Gilson (33-1) e João Paulo (11-2).

SANTOS
Marolla; Suemar, Joãozinho, Amaral e Washington; Toninho Vieira, Pita e Claudinho (Gilberto Costa); Gilson, Elói e João Paulo.
Técnico: Sérgio Clerici

FEYENOORD (HOL)
Hiele; Ivan Nielsen, Ben Wijnstekers (Sjaak Troost), Hans Groenendijk e Stanley Brard; Haan, Jeliazkov e André Stafleu; Peters (Wim van Til), Pierre Vermeulen e Carlo de Leeuw.
Técnico:



Santos derrota Feyenoord e é vice-campeão da Supercopa

Só um milagre poderia dar o título ao Santos. Além de precisar vencer os holandeses por 5 gols de diferença, ainda precisava torcer por uma derrota da favorita Inter contra o Milan.

Com a vitória da Internazionale por 3 a 1, o Santos ficou com o vice, que rendeu US$ 40 mil ao clube.

Fonte: Jornal Folha de SP

Internazionale Milano 4 x 1 Santos

Data: 26/06/1981
Competição: Supercopa Mundial de Clubes (Mundialito) – 3ª rodada (penúltima)
Local: Estádio Giuseppe Meazza, em Milão, Itália.
Árbitro: Gino Meneguti
Gols: Bini (24-1), Orialli (26-1), Toninho Vieira (32-1) e Autobelli (34-1); Muraro (32-2).

INTERNAZIONALE MILANO
Cipolini; Bergomi, Baresi, Pasinato e Bini; Canuti, Prohaska e Bacalosi (Muraro); Orialli, Autobelli e Marini (Caso).
Técnico:

SANTOS
Marolla; Suemar, Joãozinho, Amaral e Washington; Gilberto Costa (Roberto Biônico), Toninho Vieira e Pita; Gilson (Claudinho), Elói e João Paulo.
Técnico: Sérgio Clerici



Só um milagre pode dar título ao Santos

Com remotíssimas possibilidades de ser campeão o Santos enfrentará o Feyenoord (dia 28/06 as 14h de Brasília) em Milão, na última rodada da Supercopa Mundial de Clubes. É que para conquistá-la, precisará vencer o time holandês por cinco gols de diferença e contar ainda com uma derrota da líder e favorita Internazionale para o Milan.

Milan 1 x 2 Santos

Data: 23/06/1981, terça-feira, 21h00 (16h00 de Brasília).
Competição: Supercopa Mundial de Clubes (Mundialito) – 2ª rodada
Local: Estádio Giuseppe Meazza, em Milão, Itália.
Árbitro: Massimo Giulli
Gols: Batistini (11-1); Elói (17-2) e Elói (25-2).

AC MILAN
Pioti; Batistini, Icardi, Tarsotti e Maldena (Minola); Baresi, Novelino (Carotti) e Burlani; Romano, Antoneli e Moro.
Técnico:

SANTOS
Marolla; Suemar, Joãozinho, Amaral e Washington; Gilberto Costa (Gilson), Toninho Vieira e Pita; Claudinho (Roberto Biônico), Elói e João Paulo.
Técnico: Sérgio Clerici



De virada, Santos virada vence o Milan na Supercopa

Com dois gols de Elói, o melhor jogador em campo, ganhou por 2 a 1 e também passou a liderar o torneio

Presidente do Santos não aceitou o pedido de demissão de Clerici antes da partida contra o Milan.

Classificação após a rodada ficou assim:

1) Santos, Feyenoord e Internazionale: 3 pontos;
4) Peñarol: 2 pontos;
5) Milan: 1 ponto.

Próximos jogos:
26/06 – Santos x Internazionale, Milan x Peñarol;
28/06 – Santos x Feyenoord e Internazionale x Milan.

O desabafo de Sérgio Clérice

Na Itália, muitos elogios ao Santos

Fonte: Jornal Folha de SP – 24/06 e 25/06

Peñarol 1 x 1 Santos

Data: 19/06/1981, sexta-feira, 14h00 de Brasília.
Competição: Supercopa Mundial de Clubes (Mundialito) – 1ª rodada
Local: Estádio Giuseppe Meazza, em Milão, Itália.
Árbitro: Pietro Delli di Salerno
Gols: Pita (12-1) e Abaldi (33-2).

SANTOS
Marolla; Suemar, Joãozinho, Amaral e Washington; Gilberto Costa, Toninho Vieira (Mococa) e Pita; Claudinho (Roberto Biônico), Elói e João Paulo.
Técnico: Sérgio Clerici

PEÑAROL (URU)
Alvez; Mercenaro, Diogo, Clavijo e Plaza (Jownson); Fallero, Ortiz e Ruben Paz; Vargas, Morena e Saralegui (Abalde).
Técnico:



Em Milão, Santos estreia empatando com o Penãrol

Estreia do Santos na Supercopa Mundial de Clubes. Na outra partida a Internazionale venceu o Feyenoord por 2 a 1.

Reservas: Oca, Márcio Rossini, Paulinho, Mococa e Elói.

Quintas garante Clérice

Fonte: Jornal Folha de SP