Navegando Posts marcados como New York Red Bulls

Santos FC x NY Red Bulls
Santos Futebol Clube x New York Red Bulls


Retrospecto:

01 jogo
00 vitória
00 empate
01 derrota
01 gol pró
03 gols contra
-2 saldo

Resultados:

20/03/2010 – Santos 1 x 3 New York Red Bulls – Amistoso – Red Bull Arena, New Jersey, EUA

New York Red Bulls 3 x 1 Santos

Data: 20/03/2010, sábado, 19h30 (de Brasília).
Competição: Amistoso (inaguração da Arena)
Local: Red Bull Arena, em Nova Jersey, Estado Unidos.
Árbitro: Jorge Gonzalez (COL)
Auxiliares: C. J. Morgante e Thomas Supple
Cartões amarelos: Ibrahim Salou e John Wolniec (RB); Bruno Aguiar e Zezinho (S).
Gols: Joel Lindpere (11-1), Mike Petke (43-1) e Dane Richards (44-1); Germano (46-2).

NEW YORK RED BULLS
Bouna Coundoul (Greg Sutton), Mike Petke, Jeremy Hall, Tim Ream e Roy Miller; Macoumba Kandji, Sinisa Ubiparipovic, Carl Robinson (Juan Agudelo) e Dane Richards; Joel Lindpere e Ibrahim Salou (John Wolyniec)
Técnico: Hans Backe

SANTOS
Fábio Costa (Rafael), George Lucas, Bruno Aguiar, Luciano Castan (Diego Monar) e Alex Sandro (Wesley Santos ); Alan Santos (Jefferson), Germano, Breitner (Elivelton) e Zezinho (Crystian); Giovanni (Marcel) e Neymar
Técnico: Dorival Júnior



Santos vai mal e é derrotado nos EUA

Na inauguração de seu estádio, RB New York é superior no primeiro tempo e vence o amistoso por 3 a 1

A inauguração da RB Arena foi com festa para os anfitriões. No amistoso deste sábado, o RB New York atropelou o Santos por 3 a 1, precisando apenas de um tempo para superar o adversário, que enviou a Nova Jersey uma equipe cheia de garotos e apenas Neymar dos titulares. Neste domingo, o Peixe volta a campo, com outro time, desta vez pelo Campeonato Paulista, contra o Ituano.

Após a pirotecnia americana para celebrar a inauguração, o jogo começou animado, com as duas equipes buscando o ataque. Mas um golpe logo aos dez minutos desestabilizou a tática dos comandados de Dorival Júnior. Em cobrança de falta, Joel Lindpere abriu o placar em um belo chute de canhota depois do rebote da barreira.

Sem os badalados companheiros Ganso e Robinho, o atacante Neymar era quem mais tentava algo de diferente na partida. Sempre em arrancadas pelo lado esquerdo do campo, o jovem talento buscava incessantemente o duelo individual.

Mas o Santos foi para o vestiário com um enorme prejuízo. Aos 43 minutos, após cobrança de escanteio, Mike Petke aproveitou a bola espirrada na área e aumentou a vantagem do time americano. Logo em seguida, foi a vez de Dane Richards acertar um chutaço da entrada da área, sem nenhuma chance para Fábio Costa: 3 a 0.

Na volta para o segundo tempo, o Santos sofreu um desfalque de última hora. Dorival Júnior teve de deixar o estádio às pressas por conta do voo marcado de volta para o Brasil, ainda para a noite de sábado. Coube ao auxiliar, Marcelo Martoretti, tentar motivar os jogadores que já davam sinais de cansaço.