Ji-Paraná 0 x 0 Santos

Data: 06/02/2002
Competição: Copa do Brasil – 1ª fase – 1º jogo
Local: Estádio Ângelo Cassol, o Cassolão, Rolim de Moura, em Rondônia, RO.
Público e Renda: N/D
Árbitro: Marco Antonio Barros Café (AC).
Cartões amarelos: Kit, Marialvo, Praguinha, Jardel (JP); Marcelo Silva, Léo e William (S).

JI-PARANÁ (RO)
Júlio César; Kit (Delei), Dudu, Celso e Odair; Anderson, Marialvo (Dunant), Amaral e Praguinha (Galo); Juliano e Jardel.
Técnico: Da Costa

SANTOS
Fábio Costa; Odvan, Preto e Cléber; Michel (William), Paulo Almeida, Marcelo Silva, Elano (Diego) e Léo; Douglas (Wellington) e Oséas.
Técnico: Celso Roth



Santos empata com o Ji-Paraná em Rondônia

O Santos estreou na Copa do Brasil hoje à noite com um empate de 0 a 0 com o Ji-Paraná, no estádio Cassolão, em Rolim de Moura. Na partida de volta, na próxima quarta-feira, o time paulista passa para a próxima fase apenas se vencer. Novo 0 a 0 leva a decisão para os pênaltis.

O jogo do Santos começou com 30 minutos de atraso por causa de problemas na iluminação do estádio Cassolão.

Apesar de bem inferior tecnicamente, a equipe rondoniense teve momentos em que criou bastante perigo para o gol de Fábio Costa. Ao mesmo tempo, teve falhas infantis na defesa e poderia também ter entregue o ouro ao adversário.

Com os seguidos erros de ataque do Santos (especialmente Oséas, que finalizou mal), o Ji-Paraná cresceu na partida. A equipe de Rondônia abusou dos contra-ataques e se cansou de levantar bolas na área de Fábio Costa na etapa final.

Depois, quando o Santos se reequilibrou, a zaga do Ji-Paraná manteve-se firme e conseguiu segurar o empate sem gols, garantindo a partida de volta na Vila Belmiro.