Navegando Posts marcados como Supercopa da Libertadores

Santos 3 x 2 Racing Club

Data: 28/10/1997, terça-feira, 21h55.
Competição: Supercopa da Libertadores – Grupo 3 – 6ª rodada (última)
Local: Estádio da Vila Belmiro, em Santos, SP.
Público: 1.593 pagantes
Renda: R$ 7.425,00
Árbitro:
Cartões amarelos: Rogério Seves e Marco Assunção (S); Cáceres, Facciuto e Brusco (R).
Gols: Macedo (22-1); Vilallonga (10-2), Sandro (27-2), Marcos Assunção (28-2) e Delgado (29-2).

SANTOS
Edinho; Baiano, Jean, Sandro e Rogério Seves (Cássio); Marcos Assunção, Elder (Marcos Bazílio), Alexandre e Arinelson (Baez); Macedo e Muller.
Técnico: Vanderlei Luxemburgo

RACING CLUB (ARG)
Cáceres; Navas, Brusco, Arce e Macallister; Garcia (Centeno), Michelini, Facciuto e Cápria; Delgado e Vilallonga.
Técnico: Carlos Babington


Santos 2 x 1 River Plate

Data: 22/10/1997, quarta-feira, 21h55.
Competição: Supercopa da Libertadores – Grupo 3 – 5ª rodada (penúltima)
Local: Estádio da Vila Belmiro, em Santos, SP.
Árbitro: Mário Sánchez (CHI).
Cartões amarelos: Edinho, Baiano, Élder, Sandro e Rogério Seves (S); Escudero e Montserrat (RP).
Gols: Élder (24-1), Borrelli (40-1) e Macedo (43-1).

SANTOS
Edinho; Baiano, Jean, Sandro e Rogério Seves; Marcos Bazílio, Élder (Marcos Assunção), Alexandre, Arinelson (Edgar Baez); Macedo e Marcelo Passos (Caíco).
Técnico: Vanderlei Luxemburgo

RIVER PLATE (ARG)
Burgos; Diaz, Paz, Berizzo e Sorin; Escudero (Montserrat), Maisterra, Berti (Solari) e Borreli (Rambert); Francescoli e Cardete.
Técnico: Ramón Díaz



Reservas do Santos tem oportunidade na Vila

Dos titulares, apenas Jean enfrenta o River, mas time não tem mais possibilidades de classificação no torneio

Edinho volta ao gol do Santos após 11 meses.

Fonte: Estadão

Santos 1 x 2 Vasco

Data: 16/10/1997, quinta-feira, 21h00.
Competição: Supercopa da Libertadores – Grupo 3 – 4ª rodada (antepenúltima)
Local: Estádio da Vila Belmiro, em Santos, SP.
Público: 3.615 pagantes
Renda: R$ 19.915,00
Árbitro: Wilson de Souza Mendonça (PE).
Cartões amarelos: Sandro e Marcos Bazílio (S); Nasa e Mauricinho (V).
Gols: Odvan (53segs-1); Edgar Baez (06-2) e Luiz Claudio (30-2).

SANTOS
Marcelo; Baiano, Jean, Sandro e Rogério Seves (Dutra); Marcos Bazílio, Élder (Caíco), Alexandre (Marcos Assunção) e Arinelson; Macedo e Edgar Baez.
Técnico: Vanderlei Luxemburgo

VASCO
Márcio; César Prates, Odvan, Alex e Felipe; Nasa, Fabrício, Válber (Moisés), Mauricinho e Pedrinho; Sorato (Luis Carlos).
Técnico: Alcir Portela (interino)


River Plate 3 x 2 Santos

Data: 04/09/1997, quinta-feira, 21h40.
Competição: Supercopa da Libertadores – Grupo 3 – 2ª rodada
Local: Estádio Monumental de Nuñez, em Buenos Aires, Argentina.
Árbitro: Epifânio Gonzalez (PAR)
Cartões amarelos: Montserrat e Hernan Diaz (RP); Caio e Jean (S).
Cartões vermelhos: Sandro e Ronaldão (S).
Gols: Caio (12-1), Müller (22-1) e Escudero (41-1); Rambert (22-2) e Salas (29-2).

RIVER PLATE
Burgos; Hernan Diaz, Celso Ayala, Berizzo e Sorin; Montserrat, Gancedo, Escudero (Maiterra), Solari; Marcelo Salas e Rambert (Medina Bello).
Técnico: Ramon Díaz

SANTOS
Zetti; Baiano, Jean, Ronaldão e Sandro; Narciso, Marcos Bazílio, João Santos (Arinelson) e Alexandre (Caíco); Muller e Caio.
Técnico: Vanderlei Luxemburgo



Santos permite virada do River

Vasco 2 x 1 Santos

Data: 28/08/1997, quinta-feira
Competição: Supercopa Libertadores – Grupo 3 – 1ª rodada
Local: Estádio São Januário, no Rio de Janeiro, RJ.
Público: 1.660 pagantes
Renda: R$ 17.980,00
Árbitro: Francisco Dacildo Mourão (CE).
Cartões amarelos: Luisinho, Válber, Evair, Felipe, Mauro Galvão, César Prates, Pedrinho e Ramon (V); Narciso, Ânderson Lima, Caíco, Sandro e Jean (S).
Cartões vermelhos: Ramon (V) e Ânderson Lima (S).
Gols: Evair (33-1); Jean (30-2, contra) e Marcelo Passos (43-2).

VASCO
Márcio; César Prates, Odvan, Mauro Galvão (Alex) e Felipe; Luisinho, Válber (Nasa), Ramon e Pedrinho; Edmundo e Evair (Mauricinho). Técnico: Antônio Lopes

SANTOS
Zetti; Ânderson Lima, Sandro, Narciso (Jean) e Cássio; Baiano, João Santos (Alexandre), Caíco, Arinelson (Marcelo Passos); Muller e Caio.
Técnico: Vanderlei Luxemburgo